Marketing de Afiliados: O que é e como começar ainda hoje

25 julho, 2022 por

Já pensou se você pudesse ganhar dinheiro a qualquer hora, de qualquer lugar, inclusive enquanto você dorme? Calma, não estamos falando de pirâmide, nem daquelas promessas de ganhar dinheiro fácil, muito menos algo ilegal ou fraudulento! Estamos falando do marketing de afiliados, conceito que você provavelmente já deve, pelo menos, ter ouvido falar.

O marketing de afiliados é o processo pelo qual você se habilita a ser um afiliado e ganha uma comissão por comercializar os produtos de outra pessoa ou empresa, conhecidos como produtores.

O afiliado simplesmente procura um produto de que gosta, promove esse produto e ganha uma parte do lucro por cada venda que faz. As vendas são rastreadas por meio de links únicos que identificam cada afiliado.

Para o produtor, o marketing de afiliados é uma ótima maneira de impulsionar as vendas e gerar mais receita.

Acompanhe para saber como esta pode ser uma ótima alternativa para fazer uma grana extra – tanto para produtores como para afiliados!

gif de um aperto de mão exemplificando um bom negócio firmado
Marketing de afiliados – um bom negócio para ambos os lados

Como surgiu o Marketing de Afiliados

Para um empreendedor ou uma empresa com orçamentos limitados, pode ser muito frustrante ter que pagar milhares de reais por cliques e impressões em anúncios para conquistar apenas alguns novos clientes.

À medida que os custos de publicidade online aumentaram, muitas empresas buscaram formas inovadoras para minimizar seus custos e aumentar sua base de clientes. Embora a maioria reconheça que é necessário investir dinheiro em publicidade, a situação ideal é direcionar a maior parte de seus custos aos clientes já conquistados.

Dessa premissa nasceu a ideia do marketing de afiliados, um método de publicidade usado por empresas e empreendedores para tentar diminuir os gastos desnecessários em seu orçamento de marketing. 

Como método baseado em desempenho, afiliados e empresas podem trabalhar juntos em uma relação de compartilhamento de receita entre marca e profissional de marketing:

  • Empresas e marcas que possuem um produto e desejam vender mais podem oferecer um incentivo financeiro (comissão) por meio de um programa de afiliados.
  • Indivíduos sem produto que desejam ganhar dinheiro podem encontrar um produto que tenha valor e obter renda por meio de marketing de afiliados.

O que fez o Marketing de Afiliados crescer tanto

Embora o conceito não seja novo, foi com o boom do marketing digital que as estratégias de afiliados cresceram exponencialmente na última década. Principalmente com o chamado “infoproduto” (ou produto digital), como cursos online, plataformas digitais, softwares, etc., ficou mais fácil e acessível para qualquer pessoa se tornar um afiliado de sucesso.

Claro que, como tudo que fica em evidência e faz sucesso, acaba atraindo muita gente mal-intencionada, que tenta tirar proveito da situação. Com isso, houve muitos casos de fraudes e golpes, os quais, de certa forma, deixaram o marketing de afiliados com um pouco de má fama em uma parcela do mercado mais conservadora.

No entanto, o surgimento de plataformas e marketplaces de afiliados, como Hotmart, Eduzz e Monetizze, trouxeram mais segurança e credibilidade a esse setor, que voltou a crescer nos últimos anos, principalmente por conta da pandemia mundial do coronavírus. Muita gente viu no mercado digital a possibilidade de conseguir um dinheiro extra ou mesmo o sustento principal de sua família, já que muitos perderam seus empregos durante os períodos de quarentena.

plataformas de vendas em que você pode ser afiliado
Plataformas de vendas mais populares para afiliados

As vantagens e desvantagens do Marketing de Afiliados

Assim como qualquer área de negócios, o marketing de afiliados também tem seus prós e contras. Os ganhos realmente podem ser incríveis, mas esse empreendimento não vem sem riscos. Confira!

Vantagens de ser um afiliado

A principal vantagem é o baixo custo inicial. A maioria dos programas permite que você participe gratuitamente, portanto, os únicos custos geralmente estão vinculados à publicidade e algumas outras ferramentas de que você possa precisar (hospedagem de site, plataforma de e-mail marketing, etc.).

Outras vantagens incluem:

  • Você não precisa criar seu próprio produto ou serviço.
  • A logística também é responsabilidade do produtor.
  • Você pode trabalhar de qualquer lugar, inclusive de casa, tendo conexão com internet.
  • Com as estratégias e investimentos corretos, você pode tornar sua afiliação numa renda passiva.
  • Pode servir como fonte de receita extra para empresas domésticas ou qualquer pessoa física.

Como não existe um investimento mínimo necessário, você pode ir crescendo seu negócio à medida que ganha dinheiro e, eventualmente, criar uma fonte de renda maior. Não são poucas as pessoas que hoje vivem muito bem exclusivamente de marketing de afiliados!

Desvantagens de ser um afiliado

Alguns contras também precisam ser ponderados em uma estratégia de afiliados, veja:

  • Pode levar tempo para construir tráfego para seu site, principalmente de forma orgânica (sem investir em anúncios).
  • É possível que sistemas de rastreamento ruins não atribuam suas vendas corretamente (por isso a dica: use as plataformas que mencionamos antes).
  • Clientes não qualificados podem se tornar uma pedra no sapato para sua reputação e relacionamentos.
  • Você não tem controle sobre a qualidade e eficácia do produto que está divulgando.
  • Por ser muito acessível a todos, a concorrência nesse mercado é acirrada.
  • O cliente, em termos práticos, é do produtor, não seu (ainda que você possa tê-lo como lead para possíveis vendas futuras).

Como o tráfego pago pode beneficiar sua estratégia de afiliado

Tráfego pago é um termo que se refere ao tráfego que você obtém por meio de publicidade paga, é uma maneira de trazer visitantes reais ao seu site anunciando nas mídias sociais, usando banners ou alavancando anúncios de pagamento por clique (PPC).

O uso de tráfego pago ajuda você a obter mais visitantes para seu site de afiliado. Por sua vez, isso aumenta seu número de conversões em potencial, o que pode ser particularmente útil se seu site for novo e precisar de receita rápida.

Ele também permite que você segmente um público que corresponda ao seu nicho. Sites menores podem ter dificuldades para encontrar seu público-alvo, algo com o qual o tráfego pago pode ajudá-lo.

Embora o tráfego pago tenha um preço, pode valer a pena o custo para obter uma vantagem inicial na atração de clientes e na conscientização da marca. 

E, claro, como estamos falando sobre como você vai tirar dinheiro do seu próprio bolso para investir nas estratégias de atração, é óbvio que você vai querer acompanhar e analisar todos esses resultados, certo?

Quanto mais informações você obtiver da origem do seu lead, mais precisas e efetivas podem se tornar suas estratégias. Por isso, rastrear seu lead é muito importante, para saber se o que você está gastando está compensando ou não financeiramente.

Uma das formas mais certeiras de rastrear um lead é usando uma série de tags no seu link, chamadas UTM, parâmetros de identificação que geram informações precisas e insights valiosos.

3 fontes de tráfego pago para sua estratégia

Como dissemos, o investimento inicial pode ser bem baixo, principalmente se você optar por usar tráfego orgânico por meio de estratégias de SEO. Mas, na maioria das vezes, o tempo que demora para trazer algum resultado pode não valer a pena, sendo mais vantajoso investir um pouco de dinheiro em tráfego pago e ter resultados mais rápidos.

Vamos dar uma olhada em 3 maneiras pelas quais você pode usar fontes pagas para direcionar o tráfego para seu site afiliado.

1. Publicidade Pay-Per-Click (PPC)

PPC é um tipo de anúncio em que seu site é comercializado diretamente em sites externos. No entanto, ao contrário da maioria dos outros tipos de anúncios, quando você usa o PPC, você só paga quando alguém clica no seu site.

Esses anúncios geralmente aparecem nos resultados de pesquisa, que direcionam os usuários para conteúdos relevantes com base nos termos de pesquisa que eles usaram. Esse tipo de publicidade PPC pode ajudá-lo a aumentar o tráfego de usuários que pesquisam palavras-chave populares em seu nicho.

Um bom lugar para começar com PPC é o Google Ads, plataforma que usa um processo chamado Leilão de Anúncios para determinar quais anúncios são exibidos para consultas específicas.

Para obter uma vantagem sobre a concorrência, você também deve levar algum tempo para realizar uma pesquisa de palavras-chave. Isso ajudará você a encontrar palavras-chave relevantes que são pesquisadas com frequência, mas não são tão competitivas ou caras.

Também é importante ressaltar que alguns produtores podem criar regras para que os anúncios dos afiliados não gerem concorrência com seus próprios anúncios. Essas regras variam de acordo com cada produtor, mas não costumam ser muito restritivas. 

2. Anúncios de Link e Banner

Links e banners são os tipos mais básicos de anúncios online. Links de texto simples e banners baseados em imagens podem levar as partes interessadas de volta ao seu site. O legal desse tipo de anúncio é que ele pode ser usado em praticamente qualquer lugar: em sites, redes sociais ou até mesmo em e-mails.

Os banners também oferecem um momento para mostrar sua marca da melhor maneira possível. O principal problema com o uso de banners é que eles se tornaram tão comuns em sites que muitos usuários desenvolveram algum tipo de filtro que praticamente abstrai esses banners.

Por esse motivo, considere cuidadosamente seus posicionamentos de banner. Além disso, para obter melhores resultados, você deve certificar-se de que o benefício para o usuário é claro e usar uma chamada para ação (CTA) bem atraente.

3. Publicidade em Mídias Sociais

À medida que o uso de mídia social cresce, o mesmo acontece com o potencial de publicidade desses sites. Pesquisas mostram que a maioria das campanhas publicitárias de mídia social tem um impacto positivo no reconhecimento da marca e na motivação do consumidor. Não é de admirar que o total gasto em publicidade nas redes sociais tenha dobrado nos últimos anos.

O melhor de anunciar nas redes sociais é que você pode direcionar seu marketing diretamente para o seu público ideal. Ao combinar seu nicho de afiliados com palavras-chave, hobbies e interesses específicos, você pode direcionar seus anúncios diretamente para aqueles que têm maior probabilidade de se interessar:

A popularidade das mídias sociais também significa que o mercado está um pouco saturado. Portanto, é importante criar conteúdo que seja envolvente e humano. Você também deve considerar quais plataformas melhor se adequam ao seu site e, em seguida, considerar seu perfil de cliente para escolher onde melhor colocar seus anúncios.

E aí, o marketing de afiliados parece uma boa opção para você? Com as estratégias certas e um bom planejamento, certamente dá para fazer sucesso nessa área.Não deixe de acompanhar outros conteúdos como este aqui no nosso blog!

veja os posts relacionados

-->

Inscreva-se em nossa Newsletter

E receba por e-mail novos conteúdos